Normalização ONS

A Normalização assume uma importância fundamental para a actividade económica dum mundo cada vez mais global, facilitando a troca de produtos e serviços e possibilitando a adopção das melhores práticas e especificações.

O CATIM, no âmbito da sua Missão de apoio à indústria metalomecânica, encarou desde sempre a actividade normativa como estratégica para as PME’s, em especial as do sector da metalomecânica, que apresentam uma dinâmica internacionalização muito forte.

O CATIM é reconhecido como Organismo de Normalização Sectorial pelo IPQ – Instituto Português da Qualidade, coordenado as seguintes comissões técnicas de normalização: 

  • CT 12 Aços e ferros fundidos;
  • CT 18 Elementos de tubagem. Tubos, válvulas e acessórios;
  • CT 33 Louça metálica;
  • CT 34 Metais não ferrosos e suas ligas;
  • CT 36 Aparelhos termodomésticos e termoindustriais que utilizam combustíveis sólidos, gasosos e líquidos e seus dispositivos e acessórios;
  • CT 40 Máquinas-ferramentas;
  • CT 98 Portas, janelas, fachadas cortinas, cerramento de vãos e respetivos acessórios e ferragens;
  • CT 99 Cutelarias. Objetos de mesa e decorativos em metal prateado;
  • CT 117 Torneiras sanitárias e seus acessórios;
  • CT 122 Brinquedos e artigos de puericultura;
  • CT 130 Plataformas elevatórias;
  • CT 162 Instalações por cabo para o transporte de pessoas;
  • CT 166 Espaços e equipamentos de desporto, recreio e lazer;
  • CT 178 Ventilação de edifícios com aparelhos a gás;

Missão

O CATIM, centro de apoio tecnológico à indústria metalomecânica é uma instituição privada de utilidade pública sem fins lucrativos, que resultou da associação de interesses, de empresas industriais e respectivas associações com organismos públicos.

Foi criado no âmbito do Decreto-Lei n.º 249/86 de 25 de Agosto, com as alterações que lhe foram introduzidas pelo D.L. 312/95 de 29 de Novembro e registado como Instituição de Utilidade Pública, conforme publicação no Diário da República n.º 15, II série de 87-01-19, na Conservatória do Registo Comercial do Porto, Matricula N.º 2, detentor do número de contribuinte n.º 501 630 473.

 A sua Missão é a de contribuir para a inovação e competitividade das indústrias nacionais da metalomecânica e sectores afins ou complementares.

 

 

Serviços

da indústria para a indústria

Catim