OBSERVTECH, observatório tecnológico

O Projeto:

 

O Projeto Observ.Tech visa intensificar as atividades de vigilância tecnológica e de transferência de conhecimento técnico, tecnológico, científico e normativo, com base em Technology Intelligence.

 

Objetivos Traçados:

- Apoiar as empresas portuguesas do sector metalúrgico e metalomecânico, de uma forma estruturada e em rede, no aumento da competitividade e acesso a mercados de elevado interesse e de relevante intensidade tecnológica, tendo como resultado a introdução, por parte das empresas, de melhorias no seu processo produtivo e nos seus produtos, resultantes do conhecimento providenciado, demonstrado, validado, bem como dos princípios e requisitos normativos (qualidade ambiental, eficiência energética e segurança). Neste contexto, será dada ênfase às ações de observação e vigilância prospetiva a desenvolver pela entidade promotora.

- Realização de ações de sensibilização, divulgação, disseminação e demonstração dirigidas às empresas enquanto beneficiárias indiretas deste projeto, no sentido de transferir o conhecimento técnico, tecnológico, científico e normativo obtido com base em Technology Intelligence.

Notícia 2018_12_04

O CATIM dinamizou, no passado dia 22 de novembro, o Seminário ObservTech – Capacitar a indústria, reforçar a competitividade e potenciar o crescimento baseado no conhecimento e inovação. O evento decorreu na Exponor, em Matosinhos, integrado na Feira Internacional de Máquinas, Equipamentos e Serviços para a Indústria - EMAF 2018.A abertura e moderação da sessão foi realizada por Vânia Pacheco, do CATIM, e contou com a apresentação de diversos painéis temáticos referentes a variados Projetos no qual o CATIM participa,

No âmbito do Projeto ObservTech, cofinanciado pelo Compete 2020, Cláudia Fernandes (CATIM) realizou uma apresentação sobre “A importância das atividades de Vigilância Tecnológica e Transferência de Conhecimento e Tecnologia na promoção da competitividade das PME nacionais”, salientando o papel do CATIM enquanto centro de interface tecnológico, fomentando a aproximação e comunicação entre o sistema científico e tecnológico e o tecido empresarial. O presente projeto visa o reforço da atividade de vigilância técnica, tecnológica, científica e normativa do CATIM, articulada com a dinamização de iniciativas de interação e transferência de conhecimento e promoção de ações de demonstração de desenvolvimento técnico e tecnológico, procurando, desta forma, responder a necessidades específicas das empresas nacionais do setor, contribuindo, assim, para o aumento da sua competitividade e acesso a novos mercados.Seguiu-se a apresentação “Nanomateriais: um risco ocupacional na manufatura aditiva de metal”, promovida por Marta Sousa (CATIM), temática esta abordada no âmbito da sua tese de doutoramento, e que incidiu sobre a questão do impacto dos nanomateriais, libertados durante os processos de manufatura aditiva de metais, ao nível da segurança e saúde humana, e identificação de métodos de avaliação e controlo do risco associado ao processo de libertação destes materiais.

No âmbito do Projeto Wings+, cofinanciado pelo Programa ERASMUS+, Luís Rocha (CATIM), coordenador do projeto, realizou uma apresentação intitulada “Inovação no modelo de formação: “Geometrical Quality Control and Large Scale Metrology” na indústria aeronáutica”. O Projeto Wings+ visa promover a inovação na formação profissional ao nível do controlo geométrico da qualidade e na metrologia em grande escala para a indústria aeronáutica. Atualmente verifica-se que, cada vez mais, as empresas procuram estas áreas de formação e, frequentemente, em contexto de trabalho, devido à necessidade crescente da digitalização de processos. O uso correto de equipamentos inovadores de medição 3D constitui um fator chave de competitividade para as empresas, sendo imprescindível para produtos/processos de engenharia e controlo de qualidade, em particular, na indústria aeronáutica.

Cofinanciado no âmbito do Programa INTERREG Portugal-Espanha (POCTEP), o Projeto Manufactur4.0 também esteve em destaque no Seminário ObservTech, com as apresentações das tecnologias avançadas alusivas aos demonstradores de produção dirigidos ao setor naval-metalomecânico, realizadas por Maria Jesús Legarreta (GAIN) - Realidade Aumentada em processos, Digitalização sem contacto; Daniel Gesto (AIMEN) - Demonstrador Mecanizado (Soldadura/Rebarbagem), Demonstrador Corte e Soldadura de excerto em tubos;  e Luís Rocha (INESCTEC) – Demonstrador Realidade Aumentada Corte e Montagem, Robotic Machine Tending.

 

A sessão terminou com a apresentação do Projeto TechParts, cofinanciado pelo Norte 2020, tendo como oradores Cláudia Pires do CATIM e Humberto Ferreira da Pragmasoft, empresa líder do consórcio deste projeto que visa o desenvolvimento de um sistema de apoio à decisão para o planeamento e escalonamento de atividades de manutenção preventiva das ferramentas de desgaste rápido em empresas produtoras de peças técnicas. Em particular, o projeto tem como principal objetivo dar resposta a um setor (metalúrgico e metalomecânico) cada vez mais exigente no que diz respeito às áreas da manutenção preventiva/preditiva.

 

Notícia 2018_11_07

Nos dias 11, 12 e 13 de outubro o CATIM marcou presença no evento TechDays, realizado em Aveiro. Para além de uma área expositiva, foi incluído um espaço para a realização de um conjunto de workshops.

No âmbito do Projeto ObservTech, foram abordadas as seguintes temáticas: Segurança contra incêndios em edifícios, Ergonomia, Sistemas de Gestão da Qualidade, Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde, Sistemas de Gestão do Ambiente. Houve ainda espaço para a apresentação e debate do tema ‘A tecnologia e o futuro do emprego: o impacto da automatização’.

 

Notícia 2018_11_07

Ciclo de Sessões Técnicas – Projeto ObservTech |CATIM

O CATIM organizou nos passados dias 17, 23, 25 de outubro e 6 de novembro, um ciclo de Sessões Técnicas, realizadas no âmbito do Projeto ObservTech, tendo como objetivo abordar temas pertinentes da atualidade, associados a questões legais e normativas, procurando incentivar e apoiar as empresas a posicionarem-se atempadamente para fazer face às exigências atuais do mercado.

Nestas sessões foram discutidos assuntos variados, relacionados com as seguintes temáticas: Sistemas de Gestão da Qualidade, novos referenciais e riscos associados; novas tendências e novos desafios associados à avaliação da conformidade; tendências e normalização técnica a desenvolver ao nível da temática da Segurança de Máquinas; os desafios para a indústria provenientes do novo paradigma da Economia Circular.

Estas sessões contaram com a partilha de conhecimento e experiências por parte de elementos do CATIM e de oradores convidados, representantes de empresas industriais e de entidades do Sistema Científico e Tecnológico.

Debateram-se alguns dos principais desafios que se colocam atualmente à indústria, focando-se principalmente, as oportunidades que daí podem resultar.

 

Notícia 2018_10_15

Enquanto Centro de Interface Tecnológico, o Centro de Apoio Tecnológico à Indústria Metalomecânica (CATIM) assume um papel de relevo ao nível da articulação dos seus serviços com estratégicas de natureza coletiva, visando a transferência de conhecimento técnico, tecnológico, científico e normativo.

O Projeto ObservTech surge neste âmbito, tendo como objetivo intensificar as atividades de vigilância tecnológica, compreendendo a realização de um conjunto de ações de sensibilização, divulgação, disseminação e demonstração dirigidas às empresas.

Neste contexto, o CATIM irá dinamizar, durante o corrente mês de outubro, um conjunto de Sessões Técnicas tendo como objetivo abordar temas da atualidade e pertinência reconhecida, associadas a questões normativas, permitindo às empresas um posicionamento atempado face às exigências do mercado.

Na esperança de podermos contar com a sua presença, aguardamos pela sua confirmação, enviando um email para joana.magalhaes@catim.pt.

Missão

O CATIM, centro de apoio tecnológico à indústria metalomecânica é uma instituição privada de utilidade pública sem fins lucrativos, que resultou da associação de interesses, de empresas industriais e respectivas associações com organismos públicos.

Foi criado no âmbito do Decreto-Lei n.º 249/86 de 25 de Agosto, com as alterações que lhe foram introduzidas pelo D.L. 312/95 de 29 de Novembro e registado como Instituição de Utilidade Pública, conforme publicação no Diário da República n.º 15, II série de 87-01-19, na Conservatória do Registo Comercial do Porto, Matricula N.º 2, detentor do número de contribuinte n.º 501 630 473.

 A sua Missão é a de contribuir para a inovação e competitividade das indústrias nacionais da metalomecânica e sectores afins ou complementares.

 

 

Serviços

da indústria para a indústria

Catim

OBSERVTECH, observatório tecnológico | catim

Erro

O site encontrou um erro inesperado. Por favor tente mais tarde.